Melasma

Olá Meninas...bora entender um pouquinho sobre esse malvado que judia de algumas de nós. Senta que lá vem textão rs....



Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ocorrer nos braços e colo. Afeta mais frequentemente as mulheres, podendo ser vista também nos homens. Não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e principalmente à exposição solar. O fator desencadeante é a exposição à luz Ultravioleta  e mesmo à luz visível. Além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, a predisposição genética e histórico familiar também influencia no surgimento desta condição. O melasma é uma doença crônica, de desenvolvimento lento, caracterizado pelo envolvimento típico da face, com lesões maculosas, cor de café, de bordas irregulares, ás vezes com disposição salpicada, simétricas, assimétricas, que se agravam com a exposição solar. 


  Existem três padrões de distribuição das lesões do melasma:

  • Padrão centrofacial: corresponde a apresentação mais comum da doença, ocorrendo em cerca de dois terços dos pacientes portadores de melasma. As lesões se estendem na fronte, no nariz, em regiões zigomáticas e mento;
  • Padrão malar: é responsável por 20% dos casos, onde as lesões são limitadas ao nariz e as regiões zigomáticas;
  • Padrão mandibular: ocorre em 15% dos pacientes, com lesões acometendo apenas as regiões mandibulares.

Alguns recursos podem nos auxiliar no diagnóstico do melasma, o mais usado na estética é a luz de Wood. Ela deve ser usada em ambiente totalmente escuro e subdivide o melasma em quatro tipos, de acordo com a profundidade do pigmento melânico: melasma epidérmico, dérmico, misto e indefinido.
O melasma epidérmico é o mais comum, onde se observa um contraste bem definido entre a pele normal e a pele afetada.
O subtipo dérmico apresenta contraste de cor sob a luz de Wood.
No melasma misto são vistas no cliente, áreas com muito e pouco contraste.
O melasma indefinido acomete indivíduos de pele fototipo V e VI, e não há contraste entre a pele normal e o melasma.

O melasma é considerado uma doença crônica, com períodos de melhora e períodos de piora. No entanto, na maioria dos casos a expectativa é boa. Por se desenvolver de forma lenta, você deve ter paciência, pois o clareamento também tende a ser lento. Busque sempre a estabilização dos benefícios já alcançados. E tome muito cuidado com soluções milagrosas, que prometam cura total.
Como a prevenção é sempre o melhor remédio, separei três dicas básicas para mantermos este malvado longe:

1. Como já dizia Bial... use filtro solar rs.. Para quem convive com essa disfunção, proteger a pele é mega importante. Tão importante quanto usar o protetor, é evitar a exposição solar excessiva, especialmente em horários em que a radiação é mais intensa. O uso de chapéus, óculos escuros, entre outros tipos de barreiras físicas, também ajuda na proteção contra a radiação. Além disso, é recomendável evitar lugares muito quentes e abafados, como saunas, por exemplo, pois o calor também pode agravar as manchas.
2. Anticoncepcionais. O uso de anticoncepcionais hormonais deve ser avaliado com critérios para pessoas com melasma, pois pode estimular a formação das manchas, uma vez que essa disfunção está diretamente relacionada à carga hormonal presente no organismo. Um ginecologista pode recomendar versões com menos carga de hormônio.
3. Estresse. Sabemos que muitas patologias podem surgir ou se agravar devido a variações relacionadas ao fator emocional. No caso do melasma, situações de estresse podem afetar a produção hormonal, causando oscilações, fator que pode contribuir para o escurecimento das manchas. O ideal é tentar manter o equilíbrio da mente, divertir-se, tirar um tempo para organizar a mente. Atividades físicas, esportes e lazer são ferramentas que podem ajudar a manter sadios tanto o corpo quanto a mente.
Ufa...quanta coisa, no próximo post falamos um pouquinho sobre tratamentos.

Beijinhos!!!

Nenhum comentário :

Postar um comentário