Chia, a super semente

O que é Chia?
 
 Também conhecida como Salvia Hispanica, é uma semente com propriedades nutritivas especiais.
Antiga e muito usada pela civilização Maia, a semente de forma oval, de tamanho pequeno (2 mm de comprimento) e sementes de cores acastanhadas, cinzentas, pretas e brancas (a variedade de sementes brancas é designada como Salba) da família das mentas, foi descoberta em terras colombianas e mexicanas há centena de anos, cuja composição nutricional e respectivos benefícios para a saúde, já são desde aquela época conhecidos, apesar de só mais recentemente se ouvir falar desta semente.
Durante séculos, a Chia formou o alimento base dos indígenas do sudoeste da América. Para os Maias, Chia significa força. Segundo a lenda deste povo, uma colher da semente é capaz de sustentar energeticamente uma pessoa adulta por 24 horas e ainda eram usadas como moeda, pois esses povos pagavam os seus impostos com as sementes de Chia.
 
A semente de Chia, possui:
 
- cinco vezes mais cálcio que o leite;
- Duas vezes mais potássio que as bananas;
- Três vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte;
- Três vezes mais ferro que o espinafre;
- É uma fonte de proteína completa, que fornece todos os aminoácidos essenciais que o homem precisa;
- São também extremamente ricas em fibras, vitaminas e minerais, sendo a fonte vegetal mais rica que se tem conhecimento até hoje;
- Contém mais ômega 3 que o salmão ou a linhaça, se tornando um dos super alimentos mais potentes, funcionais e nutritivos do mundo.
 
A composição da chia pode ser comparada com a de outras sementes mucilaginosas como a linhaça e o psílio. Ao contrário da linhaça, a chia não contém fatores anti-nutricionais, fatores que no caso da linhaça limitam a sua utilização sem o cozimento preliminar. Fatores anti-nutricionais são os glicósidos cianogênicos ou linatina, que são antagonistas da vitamina B6, o que na realidade quer dizer que impedem a vitamina B6 de atuar no metabolismo. Além disso, a chia tem um sabor muito mais agradável do que a linhaça.
Atualmente a chia é cultivada para fins comerciais no México, Bolívia, Colômbia, Peru e Argentina.
 
Análise nutricional (100g):
 
Energia: 2471 KJ / 595 Kcal;
Proteínas: 16g;
Hidratos de carbono: 44g;
Lípidos: 31g.
 
Benefícios da Chia:
 
- As sementes de Chia são o sonho de quem faz dieta, pois eliminam a fome por aumentarem o seu volume evitando assim o desejo de ingerir mais alimentos e além disso limpam o corpo das toxinas dos intestinos;
- Elimina os desejos constantes de petiscar comida;
- Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia e diminuindo o risco de diabetes tipo 2;
- Ajudam a regular o trânsito intestinal, previne divertículos (diverticulose), pois a sua fibra solúvel hidrata o cólon e facilita o movimento peristáltico;
- Ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicéridos;
- São também muito benéficas para desportistas, pois por serem hidrofílicas, e absorverem até 10 vezes o seu peso em água, mantêm o corpo hidratado.
 
Dicas rápidas:
 
No caso de refluxo gastro esofágico, colocar 1 colher de chá de sementes de Chia num pouco de água, mexer e beber de imediato. Aguardar uns minutos e depois beber 1 copo cheio de água.
Isso ajuda a absorver o excesso de ácido.
Pode ser adicionada a sumos e batidos, iogurtes, saladas, cereais, sopa.
Pode ainda moê-las e adicioná-las na farinha para fazer pão.
Também pode usá-las como bebida fresca, colocando 2 colheres de chá de sementes de chia em 250 ml de água, mexendo e deixando repousar até criar um líquido ligeiramente gelatinoso.
Como as sementes conseguem absorver várias vezes o seu peso de água formando uma espécie de gelatina são ótimas como substituto do ovo.
Lembre-se: Não existem alimentos milagrosos! A semente de chia tem muitos benefícios para saúde sim, mas não é milagrosa! Ela auxilia no emagrecimento desde que combinada com hábitos alimentares saudáveis e atividade física!
 
 
                                                                            Fonte: Sementes da Chia

Nenhum comentário :

Postar um comentário