Olheiras


Olá amores... Quantas saudades desse nosso espaço.
Fiquei afastada por um tempo por motivos pessoais, mas, estou de volta para podermos trocar ideias sobre o universo feminino. E pra começar, vamos falar sobre as incomodas olheiras. Bora lá.

Causas básicas das olheiras: deposição de pigmentos escuros produzidos pelos melanócitos, em torno dos olhos; pele fina demais, permitindo a visualização dos vasos capilares (vasinhos externos); ou presença de olhos fundos e protuberância de bolsas de gordura embaixo dos olhos.
Entenda os fatores que contribuem para seu surgimento:
ÞGenética: Não tem olheira quem quer, só tem olheira quem pode, ok?  Como muitas outras características, a predisposição genética é fundamental para que ela apareça. Nem precisa dizer que não há nada a fazer a respeito, certo?

ÞAlergias: Um histórico de alergia respiratória, como rinite, sinusite e bronquite agravam as olheiras. E não há creme milagroso que cure a danada se a alergia respiratória não estiver, também, controlada.

Þ Sono:  Não adianta insistir: Se você não tem uma boa noite de sono, não há como deixar de ter olheiras. O efeito "panda” é consequência direta  da falta do descanso e da má irrigação no local. Desligue a internet e durma bem...Já é um ótimo começo!

ÞA anemia é um dos maiores problemas nutricionais do mundo, mas pode ser evitada com o consumo dos alimentos certos. A doença causa a falta de oxigenação da pele e, na região do olho, isso pode ser percebido mais facilmente. Contudo, a olheira por si só não indica a anemia. A doença costuma causar também dores de cabeça, memória ruim, facilidade de infecções e fadiga.

 Tratamentos:

ÞTópicos: entre as substâncias recomendadas estão o retinol, as vitaminas C e E, o green tea, a cafeína, a kombuchka e vitamina K.

ÞLasers: podem ser feitos com a Luz Intensa Pulsada (LIP) ou CO2 Fracionado, que melhoram não só a pigmentação como também as rugas finas e flacidez associada.

ÞCarboxiterapia: é feita com injeção de gás carbônico (CO2). Pelo CO2 ter mais afinidade pela hemoglobina que o oxigênio (O2), ele o desloca, e na sua forma livre aumenta o metabolismo local, diminuindo a congestão vascular.

ÞPreenchimento:  é feito com a aplicação de ácido hialurônico no sulco naso-jugal. Ele preenche a área encovada, deixando-a mais plana, além de hidratar o local.


Pesquisando encontrei esta imagem no G1 e achei bem explicativa.


Nenhum comentário :

Postar um comentário