Cuidado com o uso abusivo de adoçantes!

Olá meninas!
Neste post venho dividir com vocês um texto muito interessante que li no Blog Nutricionário.
É muito interessante, pois chama nossa atenção para o cuidado com o uso indiscriminado de adoçantes.


A triste história de Verônica e o uso abusivo dos adoçantes!

O post de hoje é um pouco diferente. O post de hoje na verdade, é um e-mail que recebi da Veronica Mc Lean, conheci a história dela no instagram da Thais Massafera ( @thaismassa ) e fiquei realmente assustada. Nós nutricionistas estudamos os adoçantes, alguns mais, outros menos, mas eu sempre tive curiosidade em relação à esse assunto mas, não sei porque cargas d´água aceitei a sucralose como amigo da dieta. Na verdade, não aceitei como amigo mas sim, como o que fazia menos mal mas, não é bem assim. Não é porque faz menos mal, que devemos abusar! Nunca liberei 100% nenhuma bebida ou comida com sucralose para meus pacientes, mas não alertava o perigo que o uso excessivo dos adoçantes poderia causar, apenas dizia que faz mal para a saúde e sugeria evitar mas, me assustei com a história da Verônica. Me assustei porque existem muitas pessoas que ainda pensam apenas em calorias, que se acabam na Coca Cola Zero, comem dezenas de gelatina Diet por dia, sem contar os famosos produtos sem caloria da Walden Farms… Estou dizendo para não comer nunca mais? Que eles são assassinos? Não!! Apenas estou dizendo: vamos optar por alimentos mais saudáveis. Uma vez ou outra, uma gelatina, um pouco de calda sem caloria… um pouco não faz mal. O problema é a falta de bom senso, não sigo a linha que só pensa em calorias e por isso, resolvi dividir com vocês essa história! Seja pelo excesso de Coca Cola ou pelo excesso de adoçante, seja pelos dois! A mensagem aqui é, nada mais nada menos do que, BOM SENSO e CUIDADO COM A SUA SAÚDE!
coca-cola-lightImagem infeliz, aonde faz-se uma comparação entre as “medidas ideais de uma mulher” e a Coca Cola light…

Tudo começou no meio de Janeiro enquanto eu estava trabalhando. Estava com uma cliente e de repente, deu um blackout no cérebro de um Segundo. Pensei que fosse desmaiar, mas me aguentei. Depois disso foi tudo ladeira abaixo. Comecei a sentir tontura dia e noite, dificuldade de enxergar, impossibilidade de me concentrar, começava a fazer uma coisa, depois não sabia mais o que estava fazendo, formigamento nas mãos, na sola dos pés, dores horríveis no peito, pontadas na cabeça, uma pressão no cérebro que nem que eu tentasse em mil anos eu conseguiria explicar o horror que era aquela pressão e dormência na minha cabeça, parecia que tinha uma mão amassando e apertando o meu cérebro sem soltar por um minuto, dia e noite. Dores nas juntas, não conseguia mais malhar (não consigo falar treinar, pareço uma velha haha), qualquer peso que eu levantasse parecia que eram pesos de 300 quilos, se andasse na esteira, quando parava, era difícil de não cair no chão de tanta tontura. O coração batia de uma forma estranha e muito acelerada. Tudo que estou descrevendo, eu juro por Deus que não estou exagerando nem um pouco. Não sei como consegui ir pro trabalho diariamente no meio disso tudo. Um dia cheguei no trabalho, mas não consegui ficar (final de Janeiro). O meu noivo foi me buscar e fomos pra emergência da Mayo Clinic, um dos melhores hospitais daqui. Com todos os sintomas que eu descrevi, o médico fez um CT Scan (acho que é ressonância magnética aí). Não deu nada. Me passou uns remédios pra labirintite, mas no fundo eu sabia que meus sintomas não eram aqueles. Mas fiquei mais calma em saber que não tinha um tumor no cérebro. Uma semana depois e nada. Tomava uns remédios pra alergia e parei com eles, achei que pudesse ser algum efeito colateral de usar os remédios. Nada. A cada dia a situação piorava. Voltei ao médico.  Ele disse que era porque eu tenho arritmia do coração e toda a cafeína que eu tomava estava afetando o coração, que por sua vez não estava batendo direito e isso causando a tontura. Mas no fundo eu sabia que era mais que isso. Parei a cafeína e nada! Daí eu comecei a me preocupar seriamente. Todos os sintomas eram de esclerose múltipla ou tumor no cérebro ou vazamento na espinha. Eu era viciada em Diet Coke por uns 15 anos. Tudo que eu comprava era Sugar Free (Zero Açúcar), colocava Splenda (sucralose) em tudo. Comia aquelas gelatinas de fruta sugar free dia e noite. E pra piorar, a última gota foi quando comecei a comer uns waffles de proteína maravilhosos e por cima deles eu colocava a calda de Maple sugar free. Foi o meu pior erro. Acho que a concentração do aspartame era tanta que a combinação de tudo me colocou naquela situação. Um dia cheguei no trabalho e tinha um evento no final do dia e eu não tinha a opção de ir embora porque não estava me sentindo bem. Estava me sentindo tonta, confusa. Naquele dia eu pensei: Meus Deus, tem que ser alguma coisa que eu estou comendo, se não for esclerose múltipla. Daí veio o adoçante na cabeça. Pesquisei. Aprendi coisas horríveis. Não deu outra. Decidi parar. Demorou uns dois meses pra eu começar ver uma diferença que me colocasse de volta à minha vida normal. Já podia malhar (treinar :)) sem sentir que ia cair. O coração ainda batia (e ainda bate) meio estranho. Mas hoje eu sei que é tudo consequência do uso de aspartame. Pode ser paranoia, mas tem um lugar da minha cabeça que ainda dói de vez em quando. Uma fisgada aqui e ali, mas tenho fé que tudo desaparecerá em breve. Todos os outros sintomas foram embora. Se você pesquisar, verá o tanto de informação e experiência que há na internet. Sweet Poison é um bom assunto pra colocar no Google e pesquisar. Tem até um livro. A sucralose, Splenda, também é uma criação química que proporciona vários sintomas. Aprendi que as coisas naturais em moderação, inclusive o mel, são uma melhor pedida que essas modificações químicas, que levam ao câncer no decorrer da vida. Esse é o motivo de o câncer ser tão comum nos dias de hoje. Todos os  aditivos e preservativos nas comidas ajudam também. Uma vida de alimentação orgânica resultará numa vida longa. Depois que mudei meu estilo de vida, me sinto melhor, mais forte, mais energética. Sim, o adoçante não vai te deixar ganhar peso, mas vale a pena desenvolver um câncer, ou seria melhor moderar no consumo de mel ou usar stevia ao invés? Tudo que é zero de açúcar tem sucralose ou aspartame. Todos os chicletes têm. Todos os refrigerantes light têm, Crystal light, medicamento de crianças (xarope) têm… É um desafio parar, pois não se sabe exatamente onde tem a substância. Tem que ler o rótulo mesmo. E um dia, eu tenho fé, que esse veneno será abolido da face da terra. E os índices de câncer cairão. Se você decidir dividir essa experiência, com as suas palavras pois sei que foi longo o e-mail, eu agradeço muito. É melhor prevenir do que remediar.

Nenhum comentário :

Postar um comentário