Argila e seus benefícios


A argila é formada a partir da decomposição do solo, ocasionada por reações físico-químicas do meio ambiente, que, ao longo dos séculos, acumula minerais, como ferro, silício, manganês, titânio, cobre, zinco, cálcio, fósforo, potássio, entre outros. As argilas são um silicato minimizado, ou silicato de alumínio e diversos oligoelementos. Entre os minerais encontrados se destaca o silício, segundo elemento mais abundante na natureza. Sua carência produz uma desestruturação do tecido conjuntivo, com sinais de envelhecimento. Por isso a argila é também utilizada para finalidades estéticas.

A argila possui três propriedades fundamentais:
Absorção: a principal propriedade que lhe atribui a propriedade da maleabilidade; quando se mistura argila com água obtém-se uma pasta eficaz no tratamento de inflamações, edemas e inchaços.
Liberação: a argila tem facilidade para liberar elementos que fazem parte de sua constituição (ativos), sendo muito importante pelo seu efeito protetor e absorvedor de toxinas em vários órgãos, principalmente a pele e mucosas.
Adsorção: um processo físico-químico pela qual as argilas deixam passar moléculas, elementos gasosos e partículas microscópicas do meio ambiente e bactérias com o intuito de deslizaram para o interior da pele. Esse poder é muito grande e quase irreversível, tornando-se assim, muito útil na fixação de toxinas presentes no organismo para uma posterior eliminação das mesmas.
Fonte de minerais: Rica em ferro, sódio, potássio e silício, a argila ganha importância nos tratamentos estéticos. O silício, por exemplo, estimula a microcirculação da pele, auxiliando no processo de eliminação das toxinas, além de devolver brilho e elasticidade.
Hidratante: A argila também é considerada um bom hidratante. Usada sob a forma de máscara, deixa a pele lisa e aumenta a retenção de água. Aplicada nos cabelos, absorve as impurezas e revigora os tecidos, agindo como um renovador do couro cabeludo.
Tipos de argila
Argila Verde: melhora a circulação sanguínea periférica, atenua manchas, combate cravos e espinhas, controla a oleosidade da pele e é desintoxicante facial, capilar e corporal. Promove a esfoliação da pele, combate edemas, nutre os tecidos e absorve toxinas. Bactericida e cicatrizante. Indicada para pele oleosa.
Argila Branca: é a mais suave de todas. Promove aumento na oxigenação de áreas congestionadas, a uniformização pela esfoliação suave e regula a queratinização. Clareia manchas, reduz rugas e sinais de expressão. Combate cravos e espinhas e é desintoxicante. Reduz inflamações, aumenta a elasticidade e purifica. Indicada para peles sensíveis.
Argila Amarela: tem efeito tensor e ativador da circulação. Combate e retarda o envelhecimento cutâneo, nutre a pele sem ressecá-la e elimina o excesso de oleosidade. Purifica, hidrata, reduz inflamações e aumenta a elasticidade da pele.
Argila Vermelha: age como secativo, regula a microcirculação cutânea e é recomendada para peles sensíveis. Usada para reduzir medidas. Hidrata e fortalece a pele. Elimina o estresse e retarda o envelhecimento.
Argila Cinza: reguladora da seborréia capilar, clareia manchas e firma bustos, nádegas, coxas e barriga. É esfoliante, combate cravos e espinhas e retarda o envelhecimento da pele. Elimina inchaço e oleosidade.
Argila Preta: excelente agente rejuvenescedor. Tem ação antiinflamatória e anti-stress. Desintoxicante e adstringente. Melhora a circulação sanguínea periférica, ameniza manchas, é adstringente e contribui para a renovação celular. Conhecida também como lama negra. É rara.

Dica da esteticista: Faça uma máscara de argila branca misturada com água thermal, deixe agir por 15 minutos e  retire com água mineral ou filtrada e passe protetor solar. Sua pele vai agradecer.

Nenhum comentário :

Postar um comentário