Primeiros Socorros para Emergências Dentárias

Olá meninas, o post de hoje é sobre como devemos proceder com nossos pequenos anjinhos em caso de emergência dentária, pois essas coisinhas maravilhosas não tem medo de nada e vivem nos dando sustos. Li esse artigo no blog da clínica Amai e achei interessante dividir com vocês.

 

Esse é o meu anjinho na sua primeira ida ao odontopediatra

Dor de dente

Quando uma criança está com dor-de-dente, saiba que com o tempo, a tendência é piorar. Não dê alimentos doces.
Escove todos os dentes e também a região ao redor do dente dolorido com água morna. O uso do fio dental ajudará a higienização. Se não conseguir usar a escova. Limpe a região com gaze umedecida.
Não coloque comprimidos sobre o dente ou gengiva. Se o rosto está inchado, aplique compressa fria.
Um analgésico suave, que esteja acostumada a usar, poderá ser administrado, até que um horário possa ser agendado com odontopediatra.

Fratura Dentária

Remova a sujeira com água morna. Coloque compressas frias sobre o rosto na área da lesão. Guarde os fragmentos do dente, se possível, sob a língua, em copo de leite ou água.
Além da visível fratura do dente, o nervo pode também ter sido afetado. Um horário com odontopediatra deve ser agendado brevemente, para uma avaliação e tratamento da fratura e possível dano à polpa (vasos e nervos).

Avulsão Dental (Dente que sai ou cai do lugar)

Quando um dente permanente ou decíduo sofre um trauma e sai completamente da boca (avulsão), é essencial que um profissional seja procurado imediatamente para assegurarmos a maior chance possível de salvarmos o dente.
1.) Fique calma. Desespero não melhorará a situação. Faça a criança morder gaze ou pano limpo para conter a hemorragia.
2.) Encontre o dente.
3.) Pegue o dente pela coroa. Não toque a raiz.
4.) A sujeira deve ser lavada em água corrente. Não esfregue o dente.
5.) Coloque o dente limpo se possível dentro do alvéolo. O lado côncavo do dente deve ser posicionado para dentro da boca. Se não for possível colocá-lo no alvéolo, coloque-o sob a língua da criança ou em um copo de leite ou água fria.
6.) Leve a criança e o dente para o dentista imediatamente, após comunicá-lo do acidente.

Cortes e Sangramentos

Quando a criança se machuca e tem como resultado cortes e sangramentos, uma gaze ou tecido limpo deve ser colocado no local com pressão, para controlar o sangramento. Se não for contido em 15 minutos ou não puder ser controlado por simples pressão o dentista deve ser comunicado ou um pronto-socorro procurado imediatamente.

Intrusão

Ocorre em casos de trauma em que o dente entra dentro do osso, total ou parcialmente.
Este tipo de acidente ocorre mais frequentemente na arcada superior na faixa de 0 à 2 anos de idade ou mais tarde, em torno dos 7 anos.
Em 95% dos casos os dentes re-erupcionam (“nascem” novamente), podendo ocorrer uma erupção total ou parcial. O dente pode vir com a cor normal ou escurecida.
Procure o dente no local do acidente. Encontrando –o ou não, entre em contato imediatamente com a odontopediatra.

Possível Fratura de Mandíbula

Mais comum do que se imagina. Se houver suspeita de fratura, procure evitar que a mandíbula se movimente, usando uma toalha ou lenço. Ligue para o celular da odontopediatra que acompanha seu filho ou leve imediatamente para um pronto atendimento.

Aftas

Muitas “dores-de-dente”, não são nada mais que aftas. Examine a mucosa e em caso de dúvida comunique-se com a odontopediatra para mais informações e medicação. Muitas aftas de uma vez podem representar estomatite aftosa. Busque um odontopediatra imediatamente.
Espero ter esclarecido algumas questões, mas na dúvida procure um odontopediatra.

Nenhum comentário :

Postar um comentário